domingo, 10 de junho de 2018

90 aboboreiras numa varanda

Foram hoje plantadas... mas antes de irem para a terra estavam todas a crescer na varanda!


sábado, 19 de maio de 2018

Tillandsia em flor

Em poucos dias de borrifadelas diárias com água tanto o Dendrobium como a Tillandsia decidiram investir na floração. É a primeira vez que a Tillandsia dá a conhecer as suas cores, que não sofrem de qualquer timidez.



domingo, 6 de maio de 2018

Mudar de casa sem sair do 5º andar

A horta dos Nabos do Norte teve de sair da Católica, mas não deixou o 5º piso - só que agora mora em duas varandas de um apartamento em Águas Santas (Maia). Com menos vasos mas a mesma vontade de crescer e brilhar ao sol, as primeiras flores a marcar presença são as de orquídea (género Dendrobium). Por trás está pousada uma Tillandsia, uma planta que quase não tem raiz e absorve humidade e nutrientes través das folhas.




Detalhe das flores do Dendrobium:


Detalhe da Tillandsia:

domingo, 8 de abril de 2018

Nada se perde, tudo se transforma

Embora a terra tenha sido toda transportada a saco, a biomassa vegetal (todas as ervas, plantas mortas, raízes, etc) ficou empilhada à espera de ser compostada. Os compostores estão cheios e vão demorar uns meses até conseguir absorver tanto material. Mas como a mudança da faculdade é só no início de 2019, o stress aqui já não aperta. É só deixar a Natureza fazer o que sabe melhor: fechar os ciclos da matéria.


sábado, 24 de março de 2018

Nabos do Norte no more... pelo menos no terraço da ESB

Hoje foi a grande transumância. Durante cerca de 18 horas todo o conteúdo da horta foi desmontado, ensacado e transportado para novas paragens. 


No final sobrou o espaço, bem mais limpo e praticamente vazio, a lembrar os tempos do início no já distante ano de 2010:

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Em Fevereiro, lê primeiro...



Podia ser um ditado popular... não é :-)
E no entanto o inverno é a melhor altura para (re)pensar, planear e aprender antes de fazer. Isso consegue-se conversando, sonhando e, claro, lendo – tudo sem gastar um tostão. Um dos recursos livremente disponíveis na net é este Manual de Agricultura Biológica publicado pela câmara de Terras de Bouro. Cobre a produção de hortícolas "básicos" (batata, cebola, milho, couve...) e dá algumas pistas na vertente animal também (galinhas, porcos, cabras... até abelhas). A secção final cobre os aspetos mais importantes da compostagem agrícola, com boas referências. Não tem aspirações a enciclopédia, mas é o tipo de trabalho que se percorre com facilidade e onde se aprende sempre alguma coisa útil.

domingo, 21 de janeiro de 2018

Biológico à séria

A Professora Isabel Mourão, da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, coordenou e publicou o Manual de Horticultura no Modo de Produção Biológico que, em colaboração com diversos especialistas para cada um dos capítulos, abrange temas vastos e interessantes como a compostagem e melhoramento do solo, rotação de culturas e, claro, como lidar com pragas e doenças. Algumas informações só interessam para empreendedores à escala comercial (como a certificação, ou a aplicação de etileno), mas hortelões de todos os tipos podem aprender muito com esta obra, dada à estampa em 2007.

domingo, 17 de dezembro de 2017

Cultivar de inverno




Há épocas do ano em que a jardinagem rende mais dentro de casa. Para dar às saladas uma vibração primaveril basta germinar sementes... e comê-las! Também podem ser cozidas, em sopas, mas os germinados marcam a diferença sobretudo quando se usam crus. O germinador na imagem pode ser comprado aqui (publicidade não paga) e há muitos tutoriais no youtube a mostrar como se faz. Duas dicas: comecem pela alfafa, que é a mais fácil, e passem água todos os dias, para não embolorar. Em dois ou três dias, consoante a temperatura ambiente, já estão prontinhas a comer.

domingo, 26 de novembro de 2017

Está provado: jardinar faz bem

A investigação é da Escola Superior de Biotecnologia, pela mão do nutricionista Paulo Nova:




terça-feira, 17 de outubro de 2017

O dia em que comecei a desmontar a horta dos Nabos



A faculdade vai para o Campus da Foz, juntar-se ao resto da Católica Porto. Antes disso todas as plantas e, sobretudo, todo o solo, terão de mudar de poiso. Vai demorar uns meses largos até a peregrinação terminar... desperdiçar é que não é opção.

sábado, 23 de setembro de 2017

Tomateiros

A abundância dos tomateiros é difícil de explicar e tem de ser presenciada. Mesmo quando já estão a secar e meias partidas as plantas continuam a dar tomate perfeito e maduro. Não há como agradecer tanta fartura, a não ser partilhando-a.


domingo, 17 de setembro de 2017

Fim de verão

O final do verão/início do outono devia ser uma estação à parte. Há tantas coisa a acontecer e tantas coisas boas ficam prontas para comer! A dificuldade é dar vazão. A estrela hoje é a pereira, que deu peras (pera Rocha) pela primeira vez. E são uma delícia.



quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Ano das melhores maçãs do mundo

Sim, não há que ter medo de assumir: as maçãs bravo de esmolfe são as melhores do mundo. Se o horóscopo chinês incluísse plantas esta estaria bem posicionada para o 1º lugar.
E quem diria que uma macieira dessas num vaso conseguia encher-se de maçãs assim apetitosas?


domingo, 16 de julho de 2017

Calor de verão

A melhor maneira de passar uma tarde de verão: à sombra de uma glicínia.


quarta-feira, 28 de junho de 2017

Vigor aromático

Esta altura do ano não costuma ser a ideal, porque o calor já fez os seus estragos. Mas por alguma razão a verdade é que este ano na horta as ervas aromáticas continuam a crescer com aspeto fresco e primaveril no mês de junho. Um luxo!





domingo, 4 de junho de 2017

Quando o tempo não dá para tudo...

... quem sofre é a horta, que evolui rapidamente para o formato mais genuíno e natural possível (e onde se demonstra que não há herbicidas na horta dos Nabos):

terça-feira, 30 de maio de 2017

Arte com morangos

Esta é a mais criativa produção de morangos de toda a horta do Parque Avides Moreira. E está ao alcance de todos!

domingo, 14 de maio de 2017

Preguiça em amarelo

Há alturas em que não apetece jardinar - fica-se a olhar e já vale o nosso tempo.



sábado, 15 de abril de 2017

Quinta Musas da Fontinha


A mais inclusiva de todas as hortas comunitárias da região cresce discretamente no Alto da Fontinha, no centro da cidade do Porto. Resulta de uma real confluência de vontades entre vizinhos e embeleza um espaço até aí esquecido. Na Quinta Musas da Fontinha, além das atividades normais como compostagem e partilha de sementes também se encontram espaço e tempo para dinamizar xadrez para miúdos, reparar e reutilizar computadores, ler e partilhar livros e revistas... tudo numa fantástica lógica cooperativa nascida no Espaço Musas, a associação onde a Quinta germinou.

quinta-feira, 30 de março de 2017

GROWKIT - A campanha de angariação de fundos (crowdfunding) que vale a pena apoiar


Está nesta página uma campanha que merece apoio - e os Nabos do Norte já deram o seu pequeno contributo. Para quem vive na cidade a Noocity permite recriar um bocadinho de campo em casa (sobretudo na varanda), com uma tecnologia que facilita o crescimento vegetal e a poupança de água.

Muito boa sorte à iniciativa! Uma cidade com hortas e jardins é uma cidade com razões para ser feliz.

domingo, 26 de fevereiro de 2017

(Mais) Uma árvore em cada jardim



Nem só de horta vive um hortelão! Quem mora no Porto pode aproveitar esta magnífica oferta do FUTURO - Projeto das 100 mil árvores para aumentar o verde no seu espaço. As árvores são o melhor da Natureza (e não é só pela sombra refrescante durante uma tarde quente de verão...). Basta imaginar que nos transformámos em árvore para sentir que já está tudo bem. Verdade, verdade: se uma árvore é bom, duas ou mais multiplica para melhor.

sábado, 21 de janeiro de 2017

Inquérito nacional às hortas comunitárias municipais


A associação ZERO acabou de divulgar um inquérito a todos os municípios sobre hortas comunitárias e os resultados são interessantes. Das 135 câmaras que responderam, apenas 59 possuem hortas atualmente mas quase 60 indicaram que pretendem criar essas estruturas no futuro. Se essas intenções se concretizarem, e considerando um total de 308 concelhos no país, Portugal passará a disponibilizar hortas públicas em mais de um terço das autarquias.

O campeão da área convertida em hortas é Guimarães, com cerca de sete hectares, mas Lisboa, Porto e Gaia também já ultrapassaram os 3 hectares dedicados à jardinagem urbana. Do total nacional (69 hectares) mais de metade segue as regras da agricultura biológica e quase 100% implementou a compostagem dos resíduos orgânicos domésticos. À laia de conclusão podemos dizer que a auto-produção alimentar urbana veio para ficar. Já era tempo!

sábado, 3 de dezembro de 2016

Horticultura Social e Terapêutica



A Associação Portuguesa de Horticultura está de parabéns pela organização do I Colóquio Nacional de Horticultura Social e Terapêutica, que teve lugar no Estoril nos dias 20 e 21 de outubro de 2016. Estão agora disponíveis as conclusões e o livro de resumos. Quem não foi e estiver curioso pode igualmente dar uma olhada ao programa. Os Nabos do Norte ficam à espera de um segundo encontro!

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Plantações - Calendário simplificado

Sem  querer concorrer com o Borda d'Água, os Nabos do Norte também disponibilizam uma tabela de plantações num enquadramento de Noroeste português. É simples, e por isso mesmo muito útil para quem está a começar com a jardinagem.

sábado, 22 de outubro de 2016

Sementes preciosas

Os Nabos do Norte são ciosos das suas sementes e já têm muitos frasquinhos cheios e rotulados à espera de 2017.