sábado, 12 de setembro de 2015

O grande ano que não foi

Este não foi ano para abobrinhas nem abóboras. Muito menos para melões, melancias ou tomates. Faltou o calor! As couves gostaram bem mais... e as aranhas! Tantas! Este foi verdadeiramente o ano da aranha, muito embora o calendário chinês não contemple este simpático artrópode.

Sem comentários:

Enviar um comentário